quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

MUSA


"...prostitui-me no teu doce corpo… sedento de beijos suaves… de prazer impuro… sexo, sede, fome, amor duro… no âmago da carne… num espírito de fogo ardente… lento e rápido… forte e demente… explodindo tudo… numa implosão desmedida… diz-me tu, oh musa divina… se fique, se me quede… se me vá de partida… diz-me tu, oh musa divina… se agarre, se me abandone… se vá vivo em tua vida…"

3 comentários:

  1. Joaquim,
    tens uma musa e tanto, para te inspirar tão bem.
    :)
    beijos

    ResponderEliminar
  2. Seja bem-vindo, Joaquim!

    Nada é para sempre, felizmente!

    Um texto lindo, sensual, convidativo. FIQUE E MORRA NELA!

    Um big abraço.

    ResponderEliminar
  3. Bendita seja a tua MUSA Joaquim!!!

    Abraços ;)

    ResponderEliminar